Uberlândia amplia o Estacionamento Rotativo organizado pela SETTRAN  

parqu-slider

A segunda etapa de instalação dos parquímetros em Uberlândia, já está em funcionamento atendendo pedidos de comerciantes e entidades classistas da cidade, que pediram mais parquímetros afim de controlar o estacionamento principalmente nas ruas e avenidas de maior fluxo comercial.

O processo foi iniciado com licitação feita pelo município em que o Consórcio Autofone e BF Park, saiu vencedor. O funcionamento começou no dia 18 de maio de 2015, onde 61 parquímetros foram instalados nesta etapa, abrangendo as principais ruas do centro da cidade.

O resultado foi surpreendente e as vagas que não existiam no centro da cidade, surgiram de uma hora para outra, pois as pessoas que deixavam seus veículos estacionados durante todo o dia, acabaram por encontrar outras maneiras e os clientes das lojas passaram a estacionarem com facilidade com cartões colocados nos equipamentos que foram instalados nos principais pontos do centro de Uberlândia.

O interesse foi tamanho que no dia primeiro de outubro de 2015, entrou em funcionamento a segunda etapa dos serviços abrangendo as ruas e avenidas nas imediações do estádio Juca Ribeiro.

Para atender os motoristas foram instalados 23 parquímetros. Passados 30 dias, exatamente no dia 1º de novembro de 2015, outras 28 máquinas de atendimento aos motoristas foram instaladas nas avenidas Fernando Vilela, Belo Horizonte, Vasconcelos Costa e as ruas transversais, totalizando 112 equipamentos que vieram para facilitarem aos clientes das lojas dos setores abrangidos e que trouxeram excelentes resultados para o comércio, indústria e as pessoas interessadas, inclusive aumentando o fluxo de passageiros no transporte coletivo, pois os motoristas preferiram deixarem seus veículos em casa, utilizando o transporte que está facilitando muito e inclusive sendo econômico para a população.

Embora hajam outros pedidos a empresa concessionária ainda não definiu quando é e nem o local da próxima etapa de instalação.

A grande verdade, contudo é que sempre existem os insatisfeitos, mas a positividade deste trabalho tem superado expectativas e feito com que os clientes possam estacionar facilmente nas principais ruas e avenidas, onde estão instaladas as empresas comerciais, industriais e estabelecimentos de crédito que são procurados pelos interessados.

 

O secretário

 

O secretário municipal de Trânsito e Transportes de Uberlândia, Alexandre Andrade, conversou com a reportagem e falou sobre a SETTRAN e os trabalhos que estão sendo realizados com o novo sistema de estacionamento no centro de Uberlândia.

“Olha a criação do Estacionamento Rotativo, foi uma medida em que de certa forma acertamos, embora alguns detalhes ainda estão sendo reparados e tudo tem que ser dentro daquilo que o progresso de Uberlândia necessita. Começamos no centro, passamos pelas imediações do Estádio Juca Ribeiro e agora por último atingimos o bairro Martins, atendendo pedido do Clube de Diretores Lojistas de Uberlândia. Para facilitar aos usuários instalamos o maior número possível de equipamentos para atendimento aos motoristas e se necessário vamos colocar mais. Há outros pedidos para instalação do Estacionamento Rotativo, mas tudo depende de estudos entre o município e a empresa prestadora dos serviços. A nossa meta é a democratização do espaço público para maior fluidez o que já ficou patenteado em pesquisas feitas pela nossa secretaria. Hoje os próprios condutores conversam com os agentes de trânsito e elogiam os trabalhos que estão implantados. Entre as novas metas da secretaria de trânsito temos inclusive que destacar as instalações dos postos avançados de atendimento da SETTRAN. O Comando Operacional está na Avenida João Naves de Ávila, 5050. Acabamos de instalar um posto permanente na sede da UNEDI, para atender as ocorrências no Distrito Industrial. Antes já havíamos colocado em funcionamento um posto no Aeroporto César Bombonato; assim bem como o primeiro da Praça Tubal Vilela e na Praça da Bíblia, na Rodoviária de Uberlândia. Isto possibilita que o solicitante de nossos serviços tenha um atendimento rápido e prestativo, dentro das possibilidades de cada agente da SETTRAN. Os trabalhos de fiscalização do trânsito deveria estar sendo feito por 150 agentes, mas hoje infelizmente  apenas 82 estão trabalhando e para completar o quadro estamos tomando providências. No início eram mil veículos por agente e hoje este número chega a cinco mil, o que impossibilita um melhor trabalho. Para desempenhar os trabalhos todos os agentes estão se desdobrando e isto traz muita satisfação para nossa secretaria, especialmente o meu desenvolvimento na chefia dos serviços, hoje com uma média de 650 intervenções por mês”, sintetizou Alexandre Andrade, Secretário Municipal de Trânsito e Transportes de Uberlândia.

 

Pontos de Vista

 

Antônio Carlos, comerciante de destaque no setor calçadista na Avenida Fernando Vilela afirmou à Dystak’s que “Acho que isso será um benefício para todos nós, especialmente para os comerciantes. O projeto do Estacionamento Rotativo está facilitando para nossos clientes que queriam fazer compras nas não tinham onde estacionar. Agora tudo está mudado e a clientela pode chegar e fazer suas compras tranqüilos”, afirmou o diretor da Tatuapé Calçados.

 

O vereador David Thomaz, também opinou sobre a implantação dos parquímetros, partindo do centro e chegando aos principais centros comerciais nos bairros. “Eu acho que a ideia do parquímetro em Uberlândia, organizou o estacionamento principalmente na região central, aonde as pessoas não iam mais ao centro fazer suas compras, e o comércio estava altamente penalizado. Hoje a pessoa sai, vai ao centro da cidade e tem como estacionar. Então eu acho que a ideia foi boa. Foi a organização do centro. Em toda grande cidade no país existe zona rotativa de estacionamento. Então foi super importante para o centro de Uberlândia, principalmente na organização das vagas, e a pessoa tem tempo suficiente para estacionar. Todos fazem suas compras, pagamentos, consultas e outros serviços, tanto no centro como nas imediações do Juca Ribeiro e bairro Martins, este último atendendo pedido da CDL. Nós temos até uma lei que foi aprovada com emenda de nossa autoria que dá o direito ao cidadão, estacionar na primeira parada 15 minutos gratuitos. Considerada ai a rapidinha do David, eu acho que foi um alívio muito bom. Uma idéia boa, e que já está sendo seguida inclusive por outras cidades. A pessoa estaciona por 15 minutos, por exemplo, aquela parada rápida que a pessoa desce, pega um documento e volta para o carro, não precisa de pagar se estiver dentro dos  minutos iniciais. Então deixo bem claro para a população que os 15 minutos é na primeira parada, assim que ele estaciona o carro, não depois como alguns tem entendido. Os 15 minutos foi ai um benefício muito grande para a população de Uberlândia. ”, disse David Thomaz, vereador e presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Uberlândia.

 

José Luiz Rodrigues, comerciante do setor de tecidos e um dos destaques no Brasil Central, está com suas loja instalada na Avenida Fernando Vilela e disse que “eu acho que para o comércio nosso aqui está sendo excelente, porque antes o nosso cliente tinha dificuldades de estacionar na região, e o parquímetro controla, coloca limite e educação no transito. Eu acho que o funcionamento está legal, embora alguns companheiros acreditam ainda em algumas alterações”, afirmou o diretor da Miramontes Tecidos.

 

O presidente

 

Dr. Luiz Mauro Nascimento, presidente da UNICRED, afirma que “em primeira mão eu acho que cobrar estacionamento público é correto. Isso de certa forma divide o estacionamento para todo mundo. Teoricamente fica mais igualitário. Eu tenho procurado acompanhar os trabalhos e vejo perfeitamente que as autoridades e o Consórcio responsável têm feito tudo para agradar aos motoristas e os clientes de nosso comercio. Os motoristas estão aplaudindo porque hoje existem vagas para estacionamento no centro da cidade”.

 

José Neuton dos Reis Ângelo, diretor de uma rede de lojas de calçados, liderada pela Reikol, disse que está vendo com bons olhos o Estacionamento Rotativo, em Uberlândia. Entende que é preciso administrar o estacionamento no centro, para que haja mais rotatividade. A principal pretensão do parquímetro é justamente promover vagas para o comércio no centro da cidade, ou onde ele esteja instalado. Nesse ponto eu vejo que está tendo resultado. O projeto é bom, precisa realmente que alguém administre isso, e já ficou comprovado que as gestões anteriores não deram resultados. Então agora com o Consórcio especializado eu acredito que vai dar resultado, afirmou o diretor da Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberlândia.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *