Rondon Pacheco se emociona ao ver filme contando história de sua vida

O ex-governador de Minas Gerais (1971/1975) e também ex-ministro da Casa Civil (1967/1969), Rondon Pacheco, foi homenageado com a produção de um documentário que retrata seu trabalho nas décadas de 60 e 70. Auxiliando no desenvolvimento de Minas Gerais e do Brasil como um todo, Rondon é bastante lembrado como bom exemplo no meio político. O média metragem foi exibido no Cinemark do Uberlândia Shopping no dia 4 de dezembro às 10 horas para a imprensa e convidados.

O documentário intitulado “Algodão entre Espelhos” foi produzido pela Close Comunicação, produtora de Uberlândia há 21 anos no mercado. A Close tem focado seus trabalhos na retratação da cultura e, idealizado por Celso Machado, também escritor, empresário e publicitário, o projeto foi possível pela Lei Federal de Incentivo à Cultura de Minas Gerais com o apoio de empresas privadas de Uberlândia.

Celso Machado disse à equipe Dystak’s que “não é bem uma homenagem, é um registro da história de um homem público. Nós vivemos em uma época em que a figura do político é muito desgastada. Ela está sempre envolvida em escândalos e em situações negativas e o Rondon é o oposto disto. Ele é uma ótima referência de homem público, uma pessoa íntegra, honesta e que se dedica à causa pública. Então nós resolvemos fazer a recuperação deste trabalho, principalmente para estimular os jovens em ter uma referência de que a pessoa pode ser grandiosa na política, sendo íntegra, honesta e trabalhadora. É notável a contribuição de Rondon Pacheco no desenvolvimento de Minas, ele foi um dos grandes responsáveis pelo desenvolvimento do estado e também um dos grandes colaboradores do Brasil.” Segundo Celso Machado, a parte mais dificultosa do projeto foi conseguir a autorização de Rondon. Modesto, o ex-governador achava que já havia sido bastante homenageado e muito divulgado, e que já fazia parte do passado. “Mas ele não é passado, ele é valor, e valor é atemporal”, ressaltou Celso.

Para a jornalista e cineasta Nara Sbreebow, que também dirigiu o projeto, a parte mais complicada foi a edição. De acordo com ela, foram mais de 50 horas gravadas e dividir isto em apenas 60 minutos foi um sofrimento, pois muita coisa boa teve que ser resumida. Os produtores fizeram questão de que Rondon Pacheco assistisse o documentário pela primeira vez junto com a platéia, sendo uma surpresa para ele. Foram momentos de emoção para o personagem, a família e todos os presentes.

Cumprimentos e agradecimentos

O público que lotou as dependências do Cinemark se emocionou com os vários depoimentos de pessoas que atuaram, conheceram e respeitam até hoje o grande mineiro que faz história na divulgação e empreendedorismo de Uberlândia, Minas e do Brasil. Entre os muitos uberlandenses que foram assistir o média metragem, a nossa reportagem assistiu aos aplausos de familiares e amigos do Dr. Rondon, convidados de Celso Machado e Nara Sbreebow no discurso do ex-prefeito Odelmo Leão, que esteve acompanhado da esposa Ana Paula Procópio Junqueira; Dr. Luiz Alberto Garcia e Sra. Ophélia Garcia; Dr. Tubal Siqueira Silva, TV Integração; Paulo Henrique Petri; Ary de Castro Santos Júnior, TV Paranaíba; o empresário Alair Martins do Nascimento; Paulo Roberto Ashar Ribeiro, diretor da FIEMG; José Neuton dos Reis Ângelo, diretor da CDL; Fábio Pergher, diretor da Aciub; o historiador Antônio Pereira da Silva; Thiago Soares Fonseca, presidente do Sindicato Rural; Dr. Paulo Salomão, Hospital Santa Catarina; Paulo Eduardo e Rogério Silva, respectivamente diretores de jornalismo da TV Integração e TV Paranaiba; Rogério Nery, presidente da Aciub; José Eduardo, presidente da Casa Fiat de Cultura; Surrel Attiê, empresário; José Oscar Bredariol, Gráfica Breda; Orley Moreira, TV Bandeirantes; Sérgio Chaves, ex-secretário de educação; Cora Pavan Caparelli; Adriano Novaes, diretor da Esamc; Alfredo Júlio, reitor da UFU; Alceu Santos; Carlos Roberto Viola; João Carlos (Joca); secretários municipais; jornalistas e publicitários, além dos familiares dos convidados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *