Presidente da CDL recebe homenagem no Dia do Comerciante

Aconteceu no Centro de Convenções da CDL, dia 17 de Julho, sessão solene da Câmara Municipal de Uberlândia, para a entrega de diplomas em comemoração ao Dia Municipal do Comerciante, agraciando empresários da cidade. E ainda ocorreu a concessão de título de Cidadão Honorário, a Celso Vilela, empresário que tem demonstrado toda dedicação, habilidades comerciais e liderança no setor produtivo brasileiro.

Celso Vilela Guimarães Presidente da CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) foi agraciado com o título de Cidadão Honorário e 26 comerciantes foram contemplados pelos vereadores: David Thomaz; Celso Santos; Leles Lima; Vico; Michele Bretas; Sebastião Galego; Gláucia da Saúde; Dr. Mário Milken; Norberto Nunes; Ismar Prado; Juliano Modesto; Jerônima Carlesso; Marquinho do Mega Box; Marcio Nobre; Alexandre Nogueira; Rodi; Willian Alvorada; Isac Cruz; Wilson Pinheiro; Doca Mastroiano; Felipe Attiê; Vilmar Resende; Silésio Miranda; Professor Neivaldo; Padre Amauri e Adriano Zago, com o título de Comerciantes do Ano.

Decretos

Comemora-se o Dia Municipal do Comerciante no dia 16 de Julho, a cada dois anos através do Decreto Legislativo 185/2011. Os autores do projeto foram: o ex-vereador Hélio Ferraz Baiano, e os atuais parlamentares Vilmar Resende e Norberto Nunes.

O título de Cidadão Honorário, concedido ao empresário Celso Vilela, foi proposição do ex-vereador Célio Moreira, através do Decreto Legislativo 168/2011, aprovado no dia 04 de Maio do mesmo ano.

A Cerimônia

Além dos homenageados e seus familiares, estiveram presentes ao evento, autoridades constituídas, políticas e empresariais.

A mesa diretora foi composta por: Marcio Nobre – Presidente da Câmara Municipal de Uberlândia; Paulo Vitiello – Vice Prefeito de Uberlândia; Tenente Lúcio – Deputado Estadual; Celso Vilela Guimarães – Presidente da CDL; Dr. Joemilson Lopes – Juiz de Direito da 2ª Vara Criminal; Vilmar Resende – Vereador; Tenente Coronel José Rocha Lima – Comandante do 36º BIMtz; Tenente Coronel Eliel Alves Júnior – Comandante do 17º BPM; Dr. Egmar Ferraz – Presidente da 13ª Subseção da OAB; Fúlvio Ferreira – Diretor Especial da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais; Pedro Lacerda – Presidente da FIEMG Regional Vale do Paranaíba; Lázaro dos Reis Magalhães – Presidente da UNEDI e Thiago Soares Fonseca – Presidente do Sindicato Rural de Uberlândia.

Após a formação da mesa, o evento foi aberto pelo presidente da Câmara, Marcio Nobre, que agradeceu ao Celso Vilela pelo convite e oportunidade de realizar o evento na CDL. “Estamos transferindo a nossa sede nesse momento para as instalações acolhedoras, a casa do empresariado uberlandense, do comerciante, a Câmara dos Dirigentes Lojistas. Em nome dos parlamentares vereadores agradecemos. Essa homenagem é uma das prerrogativas do poder legislativo e o Dia do Comerciante de Uberlândia é de grande importância. Pela representação da força do comércio no desenvolvimento econômico da cidade. A Câmara não podia deixar de prestar homenagens em um dia como este como forma de incentivo e motivação para que o comércio continue forte e crescendo a cada dia”.

O anfitrião

Vários oradores fizeram uso da palavra, enaltecendo o trabalho dos homenageados, da Câmara de Vereadores, e um bonito discurso de agradecimento foi proferido pelo presidente da CDL.

Celso Vilela destacou que em suas primeiras palavras teria que fazer agradecimento ao presidente Marcio Nobre por acolher a proposta de realização do evento na casa do lojista.

Em seguida, afirmou: Neste recinto, respiramos o varejo, transpiramos nossos esforços e conquistas por esse motivo, propus aqui estarmos para recepcionar os protagonistas desta noite os empresários do comércio varejista de Uberlândia.

O Dia do Comerciante de Uberlândia, 16 de julho, é uma data que jamais será esquecida, pois é uma demonstração de reconhecimento da classe política para com aqueles que no dia a dia dedicam sua total atenção para atender o consumidor e desta forma satisfazer suas demandas e necessidades de consumo através da construção de um diálogo que sempre foi necessário para diminuir os conflitos nas relações entre empresas e consumidores.

Quando falamos do varejo, lembramos dos fenícios que em constantes travessias de um continente a outro oportunizaram mercadorias aos povos de diversos países e desta forma contribuíram para com o avanço extraordinário da economia de cada nação. Na atualidade, a dinâmica do comércio é feita através de lojas de ruas, shoppings, lojas de galerias, porta a porta, vendas eletrônicas, online, e-commerce, sob uma forte carga tributária e leis trabalhistas que exigem das empresas esforços enormes ao ponto de dificultar o crescimento saudável das mesmas. Diante deste cenário, e ciente do papel social, empregatício, de distribuição de renda, dos empresários do comércio e serviços, fazemos um apelo para que esse legislativo esteja atento as solicitações das entidades de classe que representando os setores empresariais aprovem leis que possibilitem um ambiente mais apropriado, diminuição da carga tributária e fortalecimento das bases de sustentação das micros e pequenas empresas que representam mais de 85% do universo empresarial.

Temos um papel como Instituição de classe, isenta do setor produtivo de defender os interesses dos associados congregando associações, institutos e todos aqueles que queiram se juntar nesta missão, ambicionando criar um varejo ainda mais forte e instigante e mesmo ser a caixa de ressonância do nosso varejo.

O varejo é o elo entre a cadeia produtiva e o consumidor. Nesta “ponte” de compra e venda, seja em loja física ou virtual, nasce uma excelente oportunidade de se estabelecer práticas sustentáveis que estimulam tanto o consumo consciente, como uma rede de suprimentos mais preparados para trazer soluções reais ao consumidor atento.

Como presidente desta casa respeitosamente, parabenizo todos os agraciados com a honraria “Comerciante Municipal do Ano” parabenizando também a todos os vereadores pela nobre indicação de empresários verdadeiramente compromissados com o desenvolvimento de nossa cidade no exercício da função.

“Deixo aqui meus agradecimentos pelas presenças dos homenageados, das autoridades políticas, empresariais, militares, religiosas, diretores da CDL, familiares, amigos e imprensa que abrilhantam esse acontecimento que reforça mais uma vez a importância do papel desempenhado pelo empresário do comércio”, agradeceu Celso Vilela.

Cidadão Honorário

Após homenagens dos vereadores aos comerciantes, chegou a vez em que a Câmara Municipal de Uberlândia, entregou o título de Cidadão Uberlandense, ao empresário.

Celso Vilela nasceu em Ituiutaba, mora em Uberlândia há 14 anos, com graduações em Engenharia Civil, Econômica e Marketing. Além de presidir a CDL, atua como Diretor Presidente na C Vilela Consultoria em Gestão e Negócios e como empresário no segmento do Agronegócio. Já foi Gerente Regional do SEAG/MG, esteve como Secretário Municipal de Indústria Comércio e Serviços na Prefeitura Municipal de Ituiutaba e como Presidente da CDL da mesma cidade. Entre 2007/2010 assumiu a presidência da CDL de Uberlândia e a Vice-Presidência Administrativa Financeira da Federação das CDLs. Foi reeleito para o mandato 2011/2014 e está como Vice-Presidente da Federação Região do Triângulo Mineiro até 2014. No período de 2007/2010 foi Diretor de Expansão da Confederação e desde 2011 atua como Diretor Especial da mesma entidade. É Membro do Conselho Deliberativo do SPC Brasil.

Além do Diploma da Câmara Municipal, o empresário recebeu uma placa oferecida pela diretoria da CDL e seus colaboradores com os seguintes dizeres: “Ao presidente Celso Vilela Guimarães, rendemos nossas sinceras homenagens pela sua dedicação junto a Câmara de Dirigentes Lojistas de Uberlândia, e a essa cidade que tem orgulho em tê-lo como um dos seus mais ilustres cidadãos”.

Homenagens

O homenageado disse à Dystak’s, com exclusividade, estar muito feliz por esse reconhecimento e ressaltou a importância de Uberlândia para os cidadãos uberlandenses. “Todos aqueles que buscam Uberlândia para realizar negócios, constituir família, para ter um relacionamento sadio, encontra na cidade um cenário para isso”.

O diretor da Politriz e Presidente da UNEDI, Lázaro dos Reis Magalhães, parabenizou o amigo Celso Vilela, pela homenagem e disse que o considera merecedor por ser uma pessoa querida por todos e que ele faz muito por Uberlândia. “O Celso veio para Uberlândia, engrandecer nossa cidade. É um amigo e faz um excelente trabalho na CDL e em parceria com o comércio.

O empresário José Neuton dos Reis Ângelo, vice-presidente da CDL, falou sobre a amizade e o desprendimento do presidente Celso Vilela. Parabenizou o homenageado e cumprimentou a edilidade pela feliz ideia em homenagear o empresário.

Thiago Soares, presidente do Sindicato Rural de Uberlândia, falou sobre a atuação do presidente da CDL, desde que aportou em Uberlândia. Disse que no G7(grupo formado por sete instituições, ACIUB, CDL, FIEMG, Conselho de Veneráveis da Maçonaria, OAB, Sindicato Rural e Sociedade Médica), Celso tem tido uma atuação que realmente representa a grandeza de Uberlândia e por isto o título era um grande merecimento. O evento foi encerrado com o discurso emocionante de Celso Vilela, ao agradecer pelas homenagens e a presença de todos, inclusive citando nominalmente sua esposa Therezinha Marquez Guimarães, à quem agradeceu pelo companheirismo, liderança e empenho em tudo que faz para facilitar a vida do empresário no trabalho ou como dirigente das entidades classistas a qual pertence.

Disse muito obrigado aos vereadores e as pessoas que contribuem com seu trabalho em Uberlândia e em todo o Brasil, inclusive em missões internacionais.

Cidadão uberlandense

“Experimento nesta noite um dos momentos mais significativos e comoventes de minha vida. A honra e a alegria que sinto nesta hora são sentimentos que ultrapassam a dimensão de minha sensibilidade e me dão uma felicidade que simples palavras não conseguem descrever. Ao conceder-me o título de Cidadão Honorário de Uberlândia, esta Câmara Municipal concretiza um desejo que, confesso, estava há muito retido em meu coração, pelo amor que sinto por esta terra, pela identificação que tenho com seu povo, por minha total integração ao espírito altaneiro e progressista que é marca registrada de Uberlândia”, discursa Vilela.

Ao contar sua trajetória Celso Vilela falou de seu amor por Uberlândia. “Por aqui passei entre 1981 a 1986, quando, fui convidado pelo Governo de Minas a assumir a Gerência do Escritório Regional do Desenvolvimento, que na oportunidade representava os principais órgãos de fomento do Estado CEAG/SEBRAE – BNDS/CEAG/SEBRAE – BNDES/BDMG-INDI – CDI/MG tendo como missão interiorizar suas presenças em regiões prioritárias. Retornei a Ituiutaba, minha terra natal, em 1987, mas algo me dizia que eu voltaria a viver para Uberlândia, tais os sólidos laços que passaram a me prender a esta cidade. Em 1999, cumprindo uma vontade que vinha amadurecendo há algum tempo, em comum acordo com minha esposa e família, resolvi transferir-me definitivamente para Uberlândia, onde me estabeleci no ramo de ordenhadeiras mecânicas, representando uma famosa marca alemã. Então, aquele meu namoro com Uberlândia, que se iniciara alguns anos antes, transformou-se em casamento indissolúvel, e aqui estou completando 14 anos de novo domicílio, que agora me oficializam como filho honorário do Município”.

O presidente ressalta a importância de suas parcerias e atuações a frente da CDL. “Como presidente da CDL, além de defender intransigentemente os pleitos da classe e estender a sua representatividade, como obrigações básicas de meu cargo, levei a entidade a ser parceira permanente do Poder Público, cuidando para que ela se fizesse presente em todas as iniciativas e ações voltadas para os interesses e anseios da coletividade. Na medida de nossas possibilidades e conveniências institucionais, temos sido parceiros incondicionais dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, das demais entidades de classe, de associações filantrópicas e comunitárias, nunca nos negando a participar de qualquer intervenção que atenda as legítimas causas sociais, econômicas e políticas direcionadas para o desenvolvimento de Uberlândia e região. Particularmente, sempre com o propósito de contribuir com o progresso do Município, ingressei, há algum tempo, no PTB de Uberlândia, tornando-me membro de seu Diretório local e regional.

Esta é, pois, uma forma de agradecer a esta cidade por tudo o que lhe devo, por tudo o que ela representa para mim e minha família, por todo o bem que lhe quero, pelo privilégio de nela residir e nela trabalhar”.

Celso Vilela destaca o quanto o alcance desse título é significante para ele e sua experiência de vida. “Essa homenagem que hoje estou recebendo, significa para mim recompensa de valor inestimável, me confere a responsabilidade de honrar cada dia mais este título que me é concedido solenemente e continuar contribuindo com o máximo de meus esforços pelo constante engrandecimento desta cidade e pelo bem de seu valoroso povo.

Agradeço profundamente à Câmara Municipal de Uberlândia pela outorga deste título, e, de modo especial, ao estimado ex-vereador Célio Moreira, que teve a iniciativa dessa concessão. Estejam certos, senhores vereadores, que jamais faltarei a essa demonstração de apreço e confiança e que serei um uberlandense sempre pronto a empunhar a bandeira deste Município. Sou grato, a todos os meus caríssimos companheiros da CDL de Uberlândia, sem os quais não poderia ter realizado o trabalho que hoje está aqui sendo reconhecido e que é um dos grandes responsáveis pela conquista pessoal que hoje alcanço, disse Celso Vilela, em trecho de seu discurso.

Sobre o seu entendimento familiar, o novo Cidadão uberlandense afirmou: “A família é a forja do caráter e o esteio do status social de cada um. Graças a Deus nasci em uma família que soube preparar-me para a vida, ensinar-me o amor e as virtudes que devem pautar o verdadeiro e sincero comportamento humano. Sou grato a meus queridos pais, irmãos e familiares, que jamais me deixaram faltar o carinho e o apoio imprescindíveis para que bem pudesse conduzir-me em minha trajetória. Todos os meus familiares compreenderão se eu, neste momento, fizer uma menção especial e profundamente amorosa a uma pessoa com quem, mais do que ninguém, tenho que dividir eternamente esta homenagem: minha esposa Therezinha Marquez Guimarães. Vou extravasar, em uma única expressão, tudo o que eu sinto por ela, tudo o que ela significa para mim, toda a minha gratidão e reconhecimento: Quando digo que te amo é porque te amo muito mais. Um grande beijo, que estendo, evidentemente, aos nossos maravilhosos filhos José Renato, Paula e Giselle, com seus cônjuges e nossos abençoados netos”, ressaltou.

Finalizando Celso Vilela disse: guardo em minha memória aquilo que me leva a emoção e receber este título me faz sentir emoções intensas e dizendo o quanto estou feliz.

“Agradeço a Deus e ao povo de Uberlândia”.

Após a sessão amigos de Celso Vilela, homenageados pela Câmara e convidados, participaram de um coquetel, onde todos tiveram oportunidade de cumprimentar o novo Cidadão Uberlandense.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *