Gilmar Machado busca apoio para o Uberlândia Esporte e encontra a Mota Serviços que parte a nível Brasil

“O executivo não pode tirar dinheiro dos cofres públicos para investir no esporte. As leis não nos permitem isto”. Foi com estas palavras que o atual prefeito Gilmar Machado concedeu entrevista à Dystak’s falando sobre o primeiro patrocínio que conseguiu para o Uberlândia Esporte Clube: a Mota Serviços e o Banco BMG.

A assinatura do contrato foi efetivada no dia 16 de janeiro no auditório Cícero Diniz do Centro Administrativo da Prefeitura Municipal, que estava lotado com torcedores, autoridades, imprensa e a diretoria do Uberlândia Esporte, liderada pelo presidente executivo Carlos Augusto Braga e Roqui Bridi, presidente do Conselho Deliberativo.

O contrato

Na cerimônia o prefeito afirmou que este era um dos primeiros atos que estava fazendo pelo Uberlândia Esporte e que outros parceiros estão sendo conquistados para que o clube tenha condições de disputar em igualdade com os chamados grandes os títulos do futebol de Minas e lógico, com as conquistas, chegar ao brasileiro e quem sabe até o mundial. Segundo Gilmar, pensar grande é preciso e não custa nada.

Mota Serviços

A empresária Augusta Maria Mendes Mota, investidora no projeto Uberlândia Esporte, disse que sempre foi apaixonada pelo futebol. Fez diversas promoções adquirindo ingressos dos grandes jogos, comparecendo aos estádios, investindo na mídia e agora está diretamente tratando com o clube, agradecendo ao prefeito Gilmar Machado pelo convite para este investimento.

“Eu já estava pensando nessa decisão há bastante tempo, mas só agora fui procurada. Desde o dia em que me foi feita a proposta passei a estudá-la com muito carinho, falei com a diretoria do Banco através do vice-presidente Márcio Alaor e chegamos à conclusão que tudo era viável. Fizemos alguns ajustes e fechamos o contrato por seis meses com o clube da cidade que amamos, trabalhamos e conquistamos aqui os frutos de nossos esforços. É uma questão de lógica. Hoje temos um número líder no mercado de empréstimos. Não somos empresa para correntistas. Assim é lógico que estamos devolvendo aos nossos clientes através do esporte aquilo que ele procura conosco. Se o Uberlândia for bem, vamos chegar à primeira divisão, buscar títulos no estado e partir a nível Brasil. É bom que se diga que tem inúmeras empresas que poderiam investir no futebol, mas talvez ainda não tenham sido procuradas, como foi o nosso caso, agora concretizado com a iniciativa do prefeito Gilmar Machado. Amo esta cidade e tudo que for bom nós da Mota Serviços, correspondente do Banco BMG, estaremos estudando a participação com a nossa marca”, sintetizou Augusta Maria Mendes Mota, considerada cidadã uberlandense em título da Câmara Municipal recebido em 29 de outubro de 2009, cuja autoria foi dos vereadores Professor Neivaldo e Hélio Ferraz, o Baiano.

A Mota Serviços assinou também contrato com o Uberaba Sport e vai patrocinar o clube no Campeonato Mineiro, e segundo Augusta Mendes Mota é uma correspondência ao grande número de clientes da Mota e BMG naquela cidade.

Banco BMG

“Fico imaginando como uma cidade do porte de Uberlândia não está na elite do futebol. Aqui tem muita gente empreendedora e essa diretoria do clube vai ser muito feliz com as iniciativas que está tomando. O Banco BMG acaba de assinar um contrato com o Uberlândia Esporte, cujos valores podem ultrapassar nossas expectativas. Tudo vai depender da correspondência do próprio Clube, a diretoria, torcida, imprensa, autoridades e pessoas que estão ligadas ao futebol. Em 2009 tivemos a iniciativa de patrocinar clubes de futebol. Um ou dois casos não deram certo, mas acertamos na maioria e isto nos levou a cifras de R$ 66 milhões em investimentos nos clubes dos principais estados brasileiros. Alcançamos o ápice, deixando o 130º lugar na marca mais lembrada no futebol e chegando à terceira posição. Agora estamos repensando o projeto que deu certo, mas vamos entrar em outro empresariando jogadores e não os clubes. Estamos reduzindo os investimentos em um setor e investindo sério em outro, bem como estamos fazendo com alguns esportes especializados. Aqui em Uberlândia eu jamais poderia deixar de apoiar, pois o trabalho da Augusta e equipe de agentes da Mota Serviços dispensa comentários, e foi atendendo a ela e ao prefeito Gilmar Machado que assinamos este contrato de parceria com o Uberlândia Esporte, em que os valores são incalculáveis, apesar de haver um número inicial por seis meses. Tudo vai depender das ações de cada cidadão e o retorno que devemos continuar a ter com os clientes BMG através da Mota Serviços”, concluiu o vice-presidente do BMG Márcio Alaor, falando à Dystak’s após a assinatura do contrato no Centro Administrativo no dia 16 de janeiro de 2013.

Uberlândia Esporte Clube

O Uberlândia Esporte Clube foi fundado em 1922 quando a cidade ainda se chamava São Pedro do Uberabinha. O nascimento saiu de disputa política entre os “Coiós” Partido Republicano Mineiro e o “Cocão” Partido Republicano Municipal, cuja rivalidade era muito grande, assim como aconteceu até pouco tempo em nossa cidade. As siglas mudaram, mas a mentalidade rival não perdeu a origem. Na ocasião, a disputa foi para saber qual banda iria tocar no jogo do Uberabinha e, insatisfeitos com a decisão, os “Coiós” criaram então Uberabinha Sport Clube, mais tarde Uberlândia Esporte.

O primeiro presidente foi Tito Teixeira, membro do grupo rival, havendo assim uma pequena união entre os rivais. Os tempos passaram e o clube atravessou várias barreiras, continuando sua jornada no Estádio Juca Ribeiro até que este foi vendido e hoje o Uberlândia Esporte tem apenas as lojas e uma pequena sede que está situada na Avenida Floriano Peixoto, 1417, cujo telefone é 3235-3602, além da Vila Olímpica que precisa de profundas reformas e a participação dos torcedores, sendo que o local serve para treinamentos das equipes de futebol que manda seus jogos no Estádio Municipal João Havelange.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *