A vereadora Gláucia da Saúde convocou autoridades para tratar sobre segurança e seguro na Câmara Municipal de Uberlândia  

draglaucia-slider

Aconteceu na noite do dia quatro de maio, na Câmara Municipal de Uberlândia, uma audiência sobre segurança pública e seguro. O evento foi convocado pela vereadora Gláucia da Saúde em conjunto com o Poder Legislativo e contou com a parceria do Sindicato dos Corretores de Seguros, Sindicatos das Seguradoras e da Associação dos Corretores de Seguros do Triângulo e Alto Paranaíba. Os organizadores tiveram como objetivo, a discussão de questões relevantes da área da segurança que estão relacionadas ao mercado de seguros, visando orientar e prevenir a sociedade como um todo.

Ao receber os convidados no Plenário Homero Santos, a vereadora Gláucia destacou o que motivou o evento. “Nós fizemos uma parceria com o Sindicato dos Corretores de Seguros, seguradoras e profissionais do segmento. Nós já estamos fazendo um trabalho juntos e com essa união nós resolvemos montar essa audiência pública, devido a grandes questões de roubo e assaltos. Então nós queremos fazer um trabalho de prevenção e orientações também, principalmente porque os palestrantes são pessoas que fazem parte da área da segurança na nossa cidade”.

Audiência Pública

A audiência iniciou por volta das 19h20, na presença de autoridades, agentes da área da segurança e representantes da classe das seguradoras, momento em que o presidente da Câmara Municipal, Adriano Zago e a vereadora Gláucia da Saúde, cumprimentaram os convidados e formaram a mesa diretora com as seguintes personalidades: Maurício Pereira de Andrade Junior – Secretário Municipal de Prevenção às Drogas e Segurança Cidadã; Dr. José Luiz de Moura Faleiros – juiz de Direito da 1ª Vara Criminal; tenente coronel Demétrius Martins Rodriguez – comandante do 2º Comando Operacional do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais; Dr. Bernardo Pena Salles – delegado de Polícia Civil; Ronaldo Pereira Borges da CDL; Ângelo Vargas Garcia – vice-presidente do SINDSEG; Paulo Fernando Mattar – vice-presidente do SINCOR/MG e Helena Maria Gomes, componente da ADESG.

Palestras

 

Em seguida cada integrante da mesa se apresentou e a solenidade teve sequência com as palestras que foram ministradas por: Dr. Bernardo Pena Salles – delegado de Polícia Civil, que apresentou os trabalhos da Polícia Civil referente aos crimes contra o patrimônio, mais especificamente nas modalidades: furtos e roubos de veículos e estabelecimentos comerciais. O tenente coronel Demétrius Martins Rodriguez – comandante do 2º Comando Operacional do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais falou sobre acidentes de trânsito e incidências de incêndios nas residências e empresas de Uberlândia. O professor Dr. José Luiz de Moura Faleiros – juiz de Direito da 1ª Vara Criminal, abordou questões como legislação penal, roubo, furto e receptações, além de ressaltar a importância da modificação das leis, explicando porque a polícia prende e a justiça solta. Ângelo Vargas Garcia – vice-presidente da SINDSEG (Sindicato das Seguradoras), falou dados estatísticos relacionados a acidentes, sinistros, fraudes e desmanches de veículos. Ele também explicou sobre legislação e outros fatores que envolvem as seguradoras, mas que refletem diretamente na sociedade. Renato Goulart – empresário e corretor de seguros, falou sobre o comprometimento das autoridades no que diz respeito a mudança da legislação, assim bem como a sociedade no quesito prevenção. Paulo Fernando Mattar – vice-presidente do SINCOR/MG (Sindicato dos Corretores de Seguros), usando da palavra destacou a valorização da classe dos corretores de seguros. Mozart Rezende Filho – corretor de seguros, retratou questões como a  conscientização das pessoas quanto a necessidade da aquisição do seguro e o fortalecimento dos profissionais desse segmento. Hélio Alves dos Santos – presidente da ASCORSEG (Associação dos Corretores de Seguros do Triângulo e Alto Paranaíba), destacou a importância desse tema que foi tratado e ainda falou sobre a qualificação dos profissionais do setor de seguros.

Dr. Adriano ouviu os presentes

 

Após as palestras, o presidente do Legislativo, Dr. Adriano Zago, abriu o debate aos participantes da audiência, quando foram discutidos assuntos como a criminalidade, seus efeitos para com a sociedade e legislação, além das ações para melhorar as gestões de políticas públicas de prevenção a violência e de segurança.

As autoridades, representantes das Associações do mercado de corretores de seguros e profissionais atuantes nas áreas das quais foram abordados os temas durante o evento, elogiaram a vereadora Gláucia da Saúde e o Poder Legislativo pela iniciativa deste acontecimento que segundo eles veio a valorizar os setores e conscientizar a comunidade sobre o quanto são importantes a prevenção e a participação de todos.

“Esta é uma audiência relevante porque envolve vários assuntos ligados a área da segurança. Essa questão que fala sobre a criminalidade assusta a sociedade uberlandense, e é importante por ser aqui na casa do povo, na casa da democracia, na Câmara Municipal, esta grande reunião. Eu vejo esse acontecimento com bons olhos e afirmo que não poderia haver um local melhor, para falar sobre esses assuntos abordados. São medidas como essas que precisam ser levadas a cabo para que comecem da base para as frentes parlamentares, para o poder constituído de uma forma geral, uma movimentação no sentido de mudar alguma coisa, porque a sociedade não aguenta mais viver essa insegurança”, ressaltou Dr. José Luiz de Moura Faleiros – juiz de Direito da 1ª Vara Criminal da Comarca de Uberlândia.

 “A Polícia Civil acredita que para a redução de crimes é importante a união de esforços, de todas as instituições e das pessoas envolvidas nesse contexto. Então esperamos com essa audiência somar forças para na atividade fim da polícia conseguirmos índices ainda mais relevantes no que diz respeito a diminuição desses crimes que vem perturbando a ordem social”, disse o Dr. Bernardo Pena Salles – delegado de Polícia Civil.

“Com essa audiência pública, esperamos ampliar o leque de opções que o setor está precisando, além de divulgar o trabalho social feito pelo SINCOR, às vítimas de acidente de trânsito, no que diz respeito ao seguro DPVAT”, afirmou Paulo Fernando Mattar, vice-presidente do SINCOR – Sindicato dos Corretores de Seguros de Minas Gerais.

“O nosso foco hoje durante essa reunião, foi de levantar todos aqueles sinistros, danos que ocorreram, roubos, assaltos a residências, ver quais os índices desses acidentes e destacar que existe uma maneira da gente prevenir isso e de garantir o patrimônio, de todas as pessoas que são submetidas a esse tipo de acidente”, disse Renato Borges Goulart, empresário e corretor de seguros.

“Esta é uma audiência de grande relevância, haja vista ser um dos temas de maior reclamação por parte da sociedade, não somente de Uberlândia, mas do Brasil todo, que é a questão da segurança, juntamente com a saúde, é uma das principais pautas de discussões em todo e qualquer parlamento. Então a vereadora Gláucia da Saúde, teve a iniciativa de discutir sobre a questão da segurança nesse dia, e nós estamos aqui acreditando, que tiraremos alguns encaminhamentos para minimizar esses problemas que tem afligido muito a nossa sociedade”, finalizou o vereador e presidente da Câmara, Adriano Zago, ao encerrar o evento e agradecer a todos que prestigiaram a audiência pública.

A opinião geral é que a vereadora Dra. Gláucia da Saúde foi muito feliz com a iniciativa e por isto agora pode até ser formada uma frente de trabalhos, visando tratar junto aos órgãos superiores desta questão que é muito importante para toda a sociedade. Palestrantes e pessoas presentes no plenário parabenizaram a Dra. Gláucia, afirmando que ela sempre tem ideias fantásticas e sempre em busca de maior atenção à comunidade como um todo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *