13ª Subseção da OAB marca o mês do Advogado e realiza inédito Ato Público dentro de uma grande programação

A 13ª Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Uberlândia foi criada em 1932, sendo instituída em 1933 e teve o Dr. Abelardo Moreira dos Santos Penna como primeiro presidente. Segundo o Dr. Alan Kardec de Campos, a OAB teve a primeira sede instalada em 1965 numa sala cedida gentilmente pelo Dr. Silvio de Moraes Lemos, que era juiz. A sala ficava no antigo Palácio da Justiça (Fórum) que funcionava na Praça da República (hoje Praça Tubal Vilela). Nessa época quem presidia a Ordem era o Dr. Adhemar de Freitas Macêdo. Posteriormente a sede da Ordem mudou para o Conjunto Uberlândia, depois para o Edifício Executivo onde ficou até a inauguração da sede própria. A instituição passou a ter sede própria no dia 30 de dezembro de 1997, com inauguração do piso superior do atual prédio sob a presidência do Dr. Moisés Mendonça. A totalização da obra foi feita na gestão do presidente Dr. Roberto Matos de Brito e a inauguração oficial aconteceu no dia 28 de maio de 1999, passando todo o staff da Ordem a funcionar em sede própria, onde está até hoje à Avenida Rondon Pacheco, 980.

OAB hoje

Eleito em 2010 e reeleito em 2012, o Dr. Egmar Sousa Ferraz é o 19º presidente que comanda as ações da maior Ordem do interior de Minas Gerais. Seu mandato expira em 2015. O presidente é nascido em Almenara – MG e há 42 anos reside em Uberlândia. É filho de Egmar Ferraz de Oliveira e Diocíria Sousa Ferraz. É casado com Maria Dimair Ferreira Ferraz e pai de dois filhos: Ítalo Ferreira Ferraz e Anaysa Ferreira Ferraz. Hoje além de exercer a presidência da Ordem, é sócio fundador do escritório Ferreira e Ferraz Advogados e atua no corpo docente da ESA/MG e ESAMC Uberlândia.

Os trabalhos

 

Nos três primeiros anos de mandato, o Dr. Egmar Ferraz junto com o corpo diretor focaram em projetos voltados para a cidadania, com o intuito de favorecer os profissionais da área e também os estudantes, proporcionando conhecimento agregado às graduações, preparando futuros profissionais. Evidenciaram o projeto OAB na Escola, oferecendo aos estudantes palestras sobre cidadania e noções de direito, visaram programar na Ordem uma cultura de estudos jurídicos, contribuindo para que o futuro advogado tenha uma formação mais ampla e para que os que já atuam no mercado tenham a oportunidade de se reciclar.

Dr. Egmar afirma que a diretoria já projetou para os próximos anos a continuidade nos projetos já existentes e o foco na abertura plena da OAB com a sociedade, desenvolvendo ações para que a Ordem se fortaleça e compreenda melhor os problemas sociais, tendo participação mais efetiva junto aos conselhos municipais.

Agosto, mês de grandes eventos

 

Em comemoração ao dia 11 de agosto, Dia do Advogado, a 13ª Subseção da OAB ofereceu uma programação recheada de atividades com solenidades, seminários, palestras, entretenimento e o primeiro Ato Público no Brasil contra o sistema judiciário. As comemorações ocorreram nos dias 07, 12, 14, 22, 25 e 29 de agosto.

No dia 07 as atividades foram iniciadas com o Seminário no auditório da OAB sobre o tema: O Fortalecimento do Sistema de Defesa do Consumidor e Desafios Atuais. Foram realizados no dia 12 cafés especiais para os advogados, juízes e funcionários da Justiça do Trabalho na parte da manhã. A tarde houve repetição do café no estacionamento do Fórum Abelardo Penna, visando a confraternização dos profissionais da área. No dia 14 de agosto as comemorações foram marcadas com atividades realizadas nos períodos da manhã, tarde e noite, onde ocorreram manifestações, solenidades especiais e tiveram a participação de pessoas importantes que representam a Ordem dos Advogados e a sociedade como um todo.

Tribunal de Ética regional

 

Durante a programação realizada no dia 14 aconteceu no período da manhã, na 13ª Subseção da OAB, solenidade para a instituição da 6ª turma do TED (Tribunal de Ética e Disciplina) da OAB/MG. Já existem cinco turmas atuantes em Belo Horizonte e essa é a primeira turma regional e a sexta da Ordem em Minas Gerais. Segundo Rogério Flores Pereira, vice-presidente do Tribunal de Ética da OAB/MG, a Ordem irá instituir em breve mais duas turmas regionais. Uma em Montes Claros e a outra em Juiz de Fora, totalizando oito turmas, sendo cinco centralizadas e três regionais.

“A turma regional do TED vai aproximar a Ordem do interior, facilitando a vida dos advogados. A comissão continua com o mesmo trabalho: recebe a representação, notifica o advogado para se defender no caso de produzir provas testemunhais, a comissão ouve as testemunhas, faz o relatório e encaminha para o Tribunal julgar. Essa parte do processo iria para Belo Horizonte para julgamento, agora não irá mais. Será mais ágil, porque a comissão reúne as provas e julga aqui”, afirma Rogério Flores Pereira.

Dr. Ricardo Luiz Lotti tomou posse em Uberlândia e vai presidir a 6ª turma, que está composta pelos Drs.: Sebastião Roberto de Araújo, Clarice Bassanezi Kurt, Jussara Melo Pedrosa, Neirton Paulino de Aguiar e Pedro Soares de Vasconcelos Neto.

Ato Público na Praça do Fórum

 

Dando sequência à programação, ainda no dia 14, ocorreu o Ato Público às 15 horas no estacionamento do Fórum Abelardo Penna, onde estiveram reunidos profissionais da área jurídica, representantes da OAB/MG e da 13ª Subseção. Entre eles compareceram o presidente e vice-presidente da OAB/MG, Dr. Luis Cláudio da Silva Chaves e Dr. Eliseu Marques Oliveira; o presidente e vice-presidente do Tribunal de Ética da OAB/MG, Dr. Leonardo Felipe Sarsur e Dr. Rogério Flores Pereira; o presidente da 13ª Subseção Dr. Egmar Sousa Ferraz e componentes da diretoria da Ordem em Uberlândia. Estiveram presentes ainda representantes das Subseções de Araguari, Uberaba, Campina Verde, Itapagipe, Frutal e Patrocínio, além de empresários e outros interessados no progresso da Justiça no Brasil.

Com o objetivo de manifestar contra o atual sistema do judiciário e visando melhorar a qualidade na prestação de serviço, o Ato Público realizado pela 13ª Subseção foi um marco na história da OAB em nível Brasil. Segundo o presidente Dr. Egmar Sousa Ferraz, eles foram os pioneiros na realização de um manifesto público ao mostrar que o sistema atual não atende as necessidades da sociedade. Hoje outras OABs do estado já acompanham o que foi plantado em Uberlândia.

Após o Hino Nacional, Dr. Egmar iniciou o protesto discursando sobre a importância desse movimento para a classe e para os cidadãos, além de frisar que essa luta é contra o sistema. “O ato é contra o sistema judiciário de Minas Gerais, nada se evoluiu no andamento dos nossos processos. Esse manifesto não é só da advocacia, é do cidadão e da sociedade a quem nós representamos. Nos últimos vinte anos pouco se viu de melhora no sistema. Vamos abraçar o Fórum e ter a certeza de que saímos daqui hoje com uma luta diferente”.

A vice-presidente da 13ª subseção da OAB, Ângela Parreira de Oliveira Botelho, afirmou que o movimento foi pacífico, mas que não podem deixar de expor as dificuldades encontradas pelos profissionais, pela falta de estrutura e de pessoas para acelerar os processos. “O advogado, a sociedade e o magistrado estão trabalhando de forma precária. Uberlândia não tem processo digitalizado. Minas Gerais, um estado tão desenvolvido, continua trabalhando de forma precária. Os processos são todos feitos de forma manual, sendo muito dificultoso para todos. A sociedade clama por solução, para que seja feito com rapidez e agilidade, mas isso não acontece”.

O manifesto

 

No manifesto ocorreu o lançamento da campanha contra o Aviltamento dos Honorários Advocatícios, em que os membros da Comissão Contra o Aviltamento tomaram posse e foram empossados também os membros do Comitê de Ética da OAB/Uberlândia. Foram feitos protestos contra a morosidade dos processos e precariedade do sistema de trabalho, onde foram abordadas questões como igualdade no que diz respeito às férias forenses e protestaram também contra a paralisação da obra do novo Fórum de Uberlândia, onde há o dinheiro, mas a construção está parada porque a construtora que ganhou a licitação está em situação financeira difícil.

Os empossados

 

Com o objetivo de apurar condutas e receber denúncias relacionadas à desvalorização da remuneração da classe, a Comissão de Combate ao Aviltamento de Honorários está composta pelos Drs. Carlos Henrique Santos de Carvalho, Cleuso José Damasceno, Reginaldo José do Prado e Vinícius Félix.

O Comitê de Ética foi instituído com o objetivo de programar e discutir políticas de divulgação dos princípios éticos que norteiam a advocacia, além de fiscalizar e combater os atos que descumprem a legislação. O Comitê será coordenado pelo presidente da Subseção e terá como secretários executivos os Drs. Luciomar Alves de Oliveira – membro do Conselho Seccional; Luciano Salles Monteiro – membro do Conselho Subseccional; Dr. Roberto Santana Pioli – delegado de Prerrogativas; José Eduardo Batista – membro do TED e Jaqueline Vieira Mundim – membro da Comissão de Ética e Disciplina.

O presidente da OAB/MG, Dr. Luis Cláudio da Silva, fez a leitura de compromisso empossando os componentes, parabenizando as comissões recém criadas e discursando para os presentes após empossar os recém eleitos.

O discurso

Durante o discurso o presidente da OAB/MG evidenciou questões como a desvalorização da classe responsabilizando a morosidade dos processos, destacando de maneira fervorosa ser uma falta de respeito com os advogados e cidadãos. “Essa lentidão dos processos e a falta de cumprimento dos serviços prestados à sociedade causa certo descrédito a esses advogados, que acabam sendo responsabilizados. Estamos aqui pelos cidadãos que esperam anos por uma prestação jurisdicional e exigimos respeito das autoridades judiciárias. Estamos lutando por um judiciário melhor, independente e autônomo, é o que nós queremos na forma da Constituição da República. Não há nenhuma manifestação contra a magistratura, pelo contrário, é a favor dos advogados e dos serventuários da justiça. Isso envolve evidentemente uma destinação maior de recursos por parte do estado ao poder judiciário e também um melhor planejamento nas ações do Tribunal de Justiça junto à primeira instância principalmente. Temos visto que os processos se avolumam e não são julgados com a presteza que o povo merece”, ressaltou.

O presidente da OAB/MG destacou ainda os problemas enfrentados por causa do rebaixamento dos honorários. “Os desafios quanto ao Aviltamento dos Honorários são grandes. Destacamos as questões dos honorários contratuais dos advogados. Estamos mobilizando-os para contratarem por escrito previamente e valorizarem a cobrança da consulta. Além disso, criamos uma ouvidoria dos Honorários Sucumbenciais no propósito de acompanhar ao lado do advogado os seus recursos perante o Tribunal de Justiça e o Superior Tribunal de Justiça. Conseguimos algumas vitórias, o que nos deixa animados. Acredito que nós vamos vencer essa luta pela valorização da nossa classe”.

Apoiadores

Odomires Mendes de Paula (Paula Tavares, Tangará e Liverpool), um dos poucos empresários presentes ao Ato, ressaltou que todo movimento é válido e que deveria haver mais participação da sociedade civil. “A justiça é morosa e prejudica muito o contribuinte, o empresário e o trabalhador. Parabenizo os apoiadores e à OAB por essa iniciativa”.

Vários advogados foram ao ato defender a classe e apoiar a OAB. Entre eles estavam o Dr. Moisés Luiz de Mendonça, que destacou a importância dessa luta. “Acho o movimento legítimo. Nós advogados mineiros não podemos tolerar mais esse desrespeito com os advogados e cidadãos de Minas Gerais. A morosidade da justiça está em uma situação intolerável e por isso temos que manifestar”.

O Dr. José Eduardo Batista, atuante em Direito Empresarial, afirmou que essa iniciativa representa muito para os profissionais e para a sociedade. “Temos que mostrar como o estado de Minas Gerais está se descuidando da justiça. O Ato é um grito da sociedade e dos advogados para dar um basta em tudo isso. A manifestação não é contra os juízes e os serventuários, mas contra o sistema judiciário de Minas Gerais”.

Após a cerimônia de posse das comissões os presentes protestaram com um abraço simbólico ao Fórum, finalizando o ato.

OAB entrega carteiras a novos advogados

Uma das mais bonitas solenidades já realizadas na sede da 13ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil foi realizada na noite do dia 14 de agosto, quando 53 novos advogados e estagiários receberam suas carteiras.

A cerimônia foi presidida pelo Dr. Egmar Sousa Ferraz, presidente da 13ª Subseção. A mesa foi composta inicialmente pelos Drs. Eliseu Marques de Oliveira – vice-presidente da OAB/MG; Sérgio Murilo Diniz Braga – presidente da Caixa de Assistência aos Advogados; Helder Silva Batista – conselheiro seccional da OAB/MG; Leonardo Felipe Sarsur – presidente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MG; Ricardo Luiz Lotti – presidente da 6ª Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MG; Cíntia Ribeiro de Freitas – presidente da Procuradoria Estadual de Defesa das Prerrogativas de Minas; Magna Carrijo Pereira – diretora adjunta da 13ª Subseção; Sivaldo Leonel de Freitas – presidente da Subseção de Itapagipe; Dalto Humberto Rodrigues – presidente da Subseção de Araguari; Hamilton Garcia da Costa – secretário da OAB de Itapagipe; Roberto Matos de Brito – presidente da 13ª Subseção gestão 1998/2000; Selmo Gonçalves Cabral – presidente do Conselho de Ética e Disciplina da OAB Uberlândia; José Eduardo Batista – presidente da 3ª Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/MG; Thiago Barbosa de Oliveira – presidente da Comissão da OAB Jovem de Uberlândia e Paulo Vitiello – vice-prefeito de Uberlândia.

A composição da mesa foi complementada quando as advogadas Jane Maria Cunha Vieira Rosa – presidente da OAB Mulher e Aline Cristina da Silva – presidente da Comissão de Direitos Humanos, conduziram o paraninfo da turma de novos advogados e estagiários, o Dr. Luis Cláudio da Silva Chaves, presidente da OAB/MG, para ser homenageado, pois foi o padrinho da turma.

A solenidade

 

Após a formação da mesa o Dr. Egmar Ferraz passou a presidência para o Dr. Luis Cláudio, maior autoridade do estado entre os advogados e mesmo porque ele era o patrono da turma de novos advogados. Em ato contínuo o Dr. Luis Cláudio pediu ao Dr. Egmar que presidisse a sessão, que continuou com a execução do Hino Nacional Brasileiro. O patrono da turma usou da palavra cumprimentando os novos advogados e em seguida o advogado Thiago Barbosa de Oliveira, presidente da Comissão OAB Jovem de Uberlândia, fez uso da tribuna conclamando os novos colegas ao trabalho com amor, carinho, dedicação e respeito.

A bacharela Mylena Queiros de Lima leu o termo de compromisso com a nova profissão, afirmando: “prometo exercer a advocacia com dignidade e independência, observar a ética, os deveres e prerrogativas profissionais e defender a Constituição. A ordem jurídica do estado democrático, os direitos humanos, a boa aplicação das leis, a rápida administração da Justiça Social e o aperfeiçoamento da cultura e das instituições jurídicas”.

O orador da turma, Dr. Felipe Augusto Gomes Arruda, fez bonito discurso agradecendo aos presentes, o apoio dos professores, familiares e amigos. No uso da palavra aos novos advogados, autoridades e os presentes, o paraninfo da turma Dr. Luis Cláudio da Silva Chaves, discursou enaltecendo sempre o trabalho jurídico e o que esperava dos novos profissionais. Todos os discursos foram muito aplaudidos e neles palavras de incentivos aos profissionais para que não fiquem simplesmente com a carteira e sim, coloquem em prática acima de tudo o amor à profissão e ao trabalho.

Uma das novas advogadas é Caren Márcia de Assumpção, formada em 1991 na Universidade Federal de Uberlândia e que só agora resolveu seguir a carreira. Passou nas provas da Ordem e recebeu sua carteira. “Eu tenho que agradecer àqueles que me ajudaram a chegar até este momento. Minha família, amigos e colegas que sempre me incentivaram. Quando formei entrei em processo de transformação na minha vida e agora com os triunfos que Deus tem me propiciado tenho oportunidade de decidir se vou advogar ou prestar concurso. Estou muito bem no meio comercial, mas tudo pode mudar para melhor”, disse.

Assim foi encerrada a solenidade do dia 14 de agosto de 2013, quando 53 novos advogados receberam suas carteiras de estagiários e advogados, trazendo grande satisfação a toda diretoria presidida pelo Dr. Egmar Sousa Ferraz.

Novos Advogados

 

Afonso Celso Lemes Pinto, Amanda Buiatti Amaral e Silva, Ana Cecília Faim Ribeiro de Sousa, Ana Flávia Veloso Antunes, Ana Patrícia Caetano da Silva, Anderson de Castro e Cordeiro, Caren Márcia de Assumpção, Carlos Alexandre Gonçalves Ferreira, Diana de Deus Melo, Fábio Rezende Pereira, Felipe Augusto Gomes de Arruda, Fernanda Tine Gimenez, Frances Ney da Costa Brito, Gabriel Teixeira de Oliveira, Giovanna Gigo, Henrique Martins Monteiro Alves, Iuri Guilherme Bogar Portilho, Jader Rodrigues Ramos Filho, João Victor Silveira Machado de Campos, Leonardo Giz da Costa Silva, Letícia Duarte Rodrigues, Lorenna Ferreira Brasileiro de Freitas, Lúcio Miranda Magalhães, Luiza Fonseca Machado Beling, Luiza Nogueira de Siqueira Silva, Mariana Pereira de Carvalho, Mirma dos Santos Ferreira Garces, Mylena Queiroz de Lima, Publio Depoza Parreira, Rafael Machado de Almeida, Rafaella Armond Mariano, Raphael Hipólito Rego, Rebecca Paradellas Barrozo, Sérgio Luis de Oliveira Sousa, Tatiana Vidal Magalhães e Vanessa Rocha de Oliveira.

Estagiários que receberam suas carteiras 

 

Bauer Sávio Alves Ramos, Brener de Oliveira Tomé, Fernando Parreira de Araújo Alves, Guilherme Stylianoudakis de Carvalho, Ivanez Rodrigues Vieira Flávio, Juscelino José Ribeiro, Karla Chiori da Silveira, Larissa Gomes, Leonardo José Rodrigues da Silva, Leonardo Luiz da Silva, Lucas Fellipe Duque Finotti, Lucas Francisco de Souza Neves, Luciana Gomes Batista Rosemberg, Nilcilene Aparecida de Oliveira Dias, Paula Marra Queiroz, Rafael Hayne Firmo e Rogério Lima dos Santos.

70 anos

O Desembargador Antônio Álvares da Silva, do TRT (Tribunal Regional do Trabalho) – 3ª Região esteve em Uberlândia no dia 22 de agosto, quando proferiu importante palestra para alunos, professores e advogados dentro das comemorações dos 70 anos de criação da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). Aqui ele foi recebido pela diretoria da OAB, autoridades e professores.

Á noite fez palestra para seleto público no auditório da 13ª Subseção, quando abordou o tema PEC das Domésticas e sobre o assunto ele explicou que esta PEC pode ser um progresso e ao mesmo tempo um retrocesso. “Quem vai decidir isto é o mercado. Ela pode ser progresso porque estão sendo concedidos mais direitos ao trabalhador. O retrocesso vai depender de como a sociedade vai suportar estes direitos. A carga tributária brasileira paga pelo empregador é muito alta. A incidência desta carga numa relação de emprego vai ser mais onerada ainda com o empregador doméstico, que vai pagar o FGTS e a Previdência Social independente de tudo que ele terá de pagar quando dispensar. O resultado é que a classe trabalhadora ganhou, enquanto o setor patronal vai sofrer as consequências deste aumento. Se todos puderem pagar, vai haver progresso. Se houver dispensas, será um tremendo regresso”, enfatizou o Desembargador, que falou com exclusividade à Dystak’s.

Feijoada marcou a união

 

Uma grande feijoada foi realizada no dia 24 de agosto, na chácara Bonanza, quando os profissionais do Direito, convidados e seus familiares, foram recebidos pela diretoria da Ordem.  A animação da festa ficou por conta da renovada e atraente Banda Bom Tivê Universitária, que animou um público com mais de mil pessoas, entre crianças, jovens e adultos, que desfrutaram de todo o conforto que o espaço oferece, além da confraternização entre os Advogados.

O Advogado Wilson Pinheiro, disse que Uberlândia precisava dar este sacode e os profissionais demonstraram o carinho que tem com a classe, o direito e todos pensam na busca maior que é o trabalho em benefício da população.

O diretor de Governo da Caixa Econômica Federal, Gilmar Passos, afirmou estar presente no evento porque ali teve oportunidade de dar abraços em cada um dos profissionais, além de ver o quanto os advogados estão unidos.

O anfitrião da festa, o presidente Dr. Egmar Sousa Ferraz, afirmou que tudo que aconteceu foi fruto do trabalho da diretoria da Ordem, agradeceu as presenças dos profissionais acompanhados de seus familiares e por fim fez desafio para futuras promoções.

13ª Subseção encerra homenagem ao Dia do Advogado em conjunto com a Câmara Municipal de Uberlândia

 

Ainda em comemoração ao Dia do Advogado, aconteceu no dia 29 de agosto uma sessão solene no auditório da 13ª Subseção, onde foram homenageados pela Câmara Municipal de Uberlândia 14 advogados que se destacaram em áreas específicas de atuações. O evento iniciou às 19h30min, onde estiveram presentes autoridades, membros da diretoria e comissões da 13ª Subseção, vereadores, empresários, familiares e amigos dos homenageados.

A mesa diretora foi composta pelos representantes da Ordem em Uberlândia, autoridades e empresários, entre eles estavam: Marcio Nobre – vereador e presidente da Câmara Municipal de Uberlândia, o anfitrião da solenidade; o Dr. Egmar Sousa Ferraz – presidente da 13ª Subseção da OAB; Dr. Eliseu Marques de Oliveira – vice-presidente em exercício da OAB/MG; Dra. Flávia Carvalho – Secretária Municipal Antidrogas; Dra. Ângela Parreira de Oliveira Botelho – diretora vice-presidente da 13ª Subseção da OAB; Dra. Fernanda Dayrell de Souza Duarte Coelho Martins – diretora secretária geral da 13ª Subseção; Dra. Magna Carrijo Pereira – secretária adjunta da 13ª Subseção da OAB; Dr. Adauto Alves Fonseca – diretor tesoureiro da 13ª Subseção; Dr. Carlos Henrique Santos de Carvalho – diretor adjunto da 13ª Subseção e membro da comissão de Combate ao Aviltamento dos Honorários Advocatícios; Dr. Cleuso José Damasceno – Conselheiro Seccional da OAB/MG, membro da comissão de Esportes e Lazer da 13ª Subseção e membro da comissão de Combate ao Aviltamento dos Honorários Advocatícios; Dr. Deiber Magalhães da Silva – membro conselheiro Seccional da OAB/MG; Dr. Wilson Pinheiro – vereador; Tenente Correia – 36º Batalhão de Infantaria Motorizada; Tenente Caetano – 5º Batalhão de Bombeiros Militar; Tenente Kennedy – 9ª Companhia Independente de Meio Ambiente Rodoviário e Trânsito; Alair Martins do Nascimento – empresário; Dra. Márcia Regina Pussoli – delegada regional da Polícia Civil; Dra. Adriana Couto Ladeira – delegada chefe do Núcleo da Corregedoria em Uberlândia e Amir Cherulli – ex-presidente da Câmara Municipal de Uberlândia.

Após a formação da mesa, o presidente Marcio Nobre abriu a solenidade cumprimentando os componentes da mesa diretora, os convidados e destacou: “para nós da Câmara Municipal, hoje é uma questão de honra utilizar das prerrogativas que nós temos que é prestar o reconhecimento público a personalidades, a profissionais que vêm se destacando na prestação de serviço à comunidade. O poder legislativo faz isso com muita responsabilidade e comprometimento”. Marcio Nobre saudou ainda e agradeceu ao Dr. Egmar Sousa Ferraz pela possibilidade da Câmara Municipal estar instalada no auditório da OAB.

O presidente da 13ª Subseção cumprimentou os convidados, saudou a presença de todos e discursou: “o legislativo e a OAB não vivem separados. Obrigado por transferirem a Câmara Municipal para o auditório da OAB e estarem presentes em nossa casa”. Quanto aos indicados como advogados destaques, o Dr. Egmar afirmou que não existem pessoas mais críticas do que advogados e que o fato de terem sido escolhidos é porque são realmente merecedores.  “Sintam-se honrados os que recebem o reconhecimento como advogado do ano. Vocês recebem muito mais responsabilidade de conduzir a advocacia do que premiações. Então senhores, a partir de hoje ao saírem dessa casa serão homens de referência aos outros advogados”.

Em seguida os presentes ficaram em posição de respeito ao som do Hino Nacional, posteriormente foram abertas as homenagens onde os advogados foram agraciados com os diplomas. As premiações foram entregues pelos presidentes Marcio Nobre, Dr. Egmar Sousa Ferraz e os componentes da mesa diretora, encerrando assim a última solenidade dentro das atividades realizadas pela 13ª Subseção durante as festividades do mês de agosto relacionadas ao Dia do Advogado.

 

Advogados homenageados

Direito Administrativo – Haiala Alberto Oliveira; Direito Ambiental – Cláudio Junio Leocádio; Direito Bancário – Roberto Matos de Brito; Direito Cível – Marcelo Eduardo Nogueira; Direito do Consumidor – Selmo Gonçalves Cabral; Direito Corporativo – Pauliran Gomes e Silva; Direito Criminal – Igor de Oliveira Silva; Direito Empresarial – Wanderley Romano Donadel; Direito de Família – Juarez Messias de Oliveira; Direito Imobiliário – Eugênio de Castro; Direito Previdenciário – Silvana Silva Oliveira; Direito Securitário – Lúcia Maria Ribeiro Zardo; Direito Trabalhista – Patrícia P. de Almeida Guimarães e Direito Tributário – Maxwell Ladir Vieira.

Festa de encerramento

 

A noite e a programação do mês dos advogados foi encerrada com grande confraternização entre advogados, familiares e amigos ao som da banda Mafu. A festa, “Perdidos na Noite” aconteceu no dia 29 de agosto após a solenidade de reconhecimento aos advogados destaques do ano. O evento foi organizado pela comissão OAB Jovem em parceria com o London Pub.

A noite marcou o encerramento das comemorações referente ao Dia do Advogado, atividades que ficaram registradas na memória de cada profissional da área jurídica como também pela sociedade, ao serem muito bem lembrados e representados pela 13ª Subseção.

Agradecimento do presidente

Ao encerrar todas as atividades comemorativas ao dia 11 de agosto, Dia do Advogado, o Dr. Egmar Sousa Ferraz fez um pequeno relato de tudo que aconteceu. Não poupou elogios aos dedicados servidores da Ordem em todos os setores, colegas de diretoria e advogados enfatizando: “Uberlândia deu mostras de que tudo é possível e para isto basta ter boa vontade, carinho, respeito e trabalho. Hoje somos mais de 145 mil advogados no Brasil, dos quais 90 mil estão atuando enquanto outros estão em diversos cargos públicos, mas são colegas emprestados a diversos setores. Talvez um dia eles vão voltar a exercer a honrosa profissão após cumprimento de seus mandatos como juízes, desembargadores, delegados, promotores e outras profissões de destaque no meio jurídico. Em Uberlândia lançamos a semente levantando a bandeira contra a morosidade e outras coisas que acontecem na Justiça devido às poucas ações de alguns. Queremos sim que este mérito fique para a 13ª Subseção. Não é um trabalho do presidente e sim de toda uma diretoria, colegas e companheiros que jamais faltaram nos chamamentos que fizemos durante nossa gestão. Justiça se faz também aos colegas, que foram diretores desta casa em anos anteriores e que construíram tudo que estamos desfrutando e podendo realizar trabalhos em benefício dos mesmos profissionais e da sociedade como um todo. Nomear pessoas é até difícil, mas deixo o muito obrigado a toda Uberlândia que compreendeu nosso ato, nossas comemorações e participou ativamente das articulações iniciadas aqui, especialmente à diretoria da OAB/MG que não faltou em nenhuma oportunidade. Foi um mês em que nós fomos da reflexão aos pedidos nas ruas, palestras, festas, homenagens, entregas de carteiras, quando os advogados no espírito de irmandade mostraram que estão unidos, mesmo nos momentos de dificuldades, mas especialmente nos instantes que reunimos com famílias, amigos, recarregando nossas energias para estarmos no dia a dia trabalhando. Eu concluiria dizendo que a advocacia em 2013 deu o seguinte recado: ela está unida, ela não concorda com o judiciário na maneira como está posto e ela será a grande voz da mudança da sociedade. Este é o resumo de tudo que fizemos quando fomos para a porta do Fórum, quando colocamos em Uberlândia o Tribunal de Ética e Disciplina e quando homenageamos advogados de grande quilate dentro da sociedade. E por fim, nos encontros dentro da OAB, em palestras, ou mesmo quando nós nos reunimos para confraternização. Muito obrigado e feliz Dia do Advogado!” ressaltou o presidente da OAB, demonstrando toda a felicidade pelas realizações em seu mandato até aqui, especialmente porque conta com todos os colegas da categoria, sintetizando suas palavras à reportagem da Dystak’s.

Diretoria da OAB exercício 2013/2015

 

Presidente: Dr. Egmar Sousa Ferraz; Vice-Presidente: Ângela Parreira Botelho; Secretária Geral: Fernanda Dayrell de Souza Duarte e Coelho Martins; Tesoureiro: Adauto Alves Fonseca; Secretária Adjunta: Magna Carrijo Pereira; Diretor Adjunto: Carlos Henrique Santos de Carvalho e Diretora Adjunta: Iolanda Velasco de Andrade;

Galeria de presidentes

 

Dr. Abelardo Moreira dos Santos Penna (1933/1947 e 1949/1953); Dr. Agostinho de Oliveira Júnior (1947/1949); Dr. Aniceto Maccheroni (1953/1965); Dr. Adhemar de Freitas Macêdo (1965/1967); Dr. Lyrio do Vale Brasileiro (1967/1973); Dr. Camel Abdala Abrão (1973/1975); Dr. Ottoni Torres (1975/1977); Dr. Aparecido Pimentel de Ulhôa (1977/1981); Dr. Antônio Caixeta Ribeiro (1981/1983); Dr. Irany Gonçalves da Costa (1983/1985); Dr. Geraldo Mendes (1985/1987); Dr. Rosalvo José dos Santos (1987/1989); Dr. João Batista Camargo Filho (1989/1991); Dr. Flávio Hermógenes de Tolêdo (1991/1993); Dr. Eliseu Marques de Oliveira (1993/1995 e 2004/2009); Dr. Moisés Luiz de Mendonça (1995/1997); Dr. Roberto Matos de Brito (1998/2000) e Dr. Luís Antônio Lira Pontes (2001/2003). O Dr. Egmar Sousa Ferraz foi eleito em 2010, reeleito em 2012 e está cumprindo seu segundo mandato ao lado da grande diretoria da Ordem, cujo prazo se expira em 2015.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *